segunda-feira, 25 de abril de 2011

Ernesto Melo e A Fina Flor do Samba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DUZENTOS E CINQUENTA EM QUATRO I

Os pesadelos não podem ofuscar nossos sonhos. Diante da inconsequência de quem resume a vida dos outros na sua prisão de lamentos, ...