sexta-feira, 25 de março de 2011

Diz a lenda - O Jardim de nossa casa

Por: Beto Ramos

Casas seriam bem tristes sem a beleza de um jardim.
Jardins embelezam nossas vidas.
Com suas flores de março.
Flores do samba.
Flores do amor.
Flores da amizade.
Os jardins de nossas casas são os versos que a natureza nos dá.
Sempre tento cultivar em meu jardim, o que de mais belo possa existir dentre as flores.
A minha flor é do samba.
O seu jardim possui que flor?
Para e pense.
Jamais poderíamos ser ervas daninhas.
As ervas daninhas sempre tentam nascer nos jardins de todos nós para retirar suas alegrias.
Como seria o quintal de sua casa?
Possuiria um jardim?
As mudas das ervas daninhas que falam muito e nunca foram mudas, sempre chegam em silêncio.
Querem ser belas.
Desejam falar bonito.
Carregam dentro de si o ranço de nunca ter pertencido a um belo jardim.
A minha flor é do samba.
É uma flor cheia de alegria.
Nascida dentro de uma poesia.
Poesia que fala dos nossos jardins.
E os nossos jardins existem dentro de um coração chamado Porto Velho.
Você já regou hoje o seu jardim?
Tomou os devidos cuidados com as ervas daninhas?
Fiquemos atentos.
Um jardim somente perde a sua beleza se nós jardineiros desta cultura tão linda, não observarmos o que fica no terreiro de nossa casa.


Diz a lenda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DUZENTOS E CINQUENTA EM QUATRO I

Os pesadelos não podem ofuscar nossos sonhos. Diante da inconsequência de quem resume a vida dos outros na sua prisão de lamentos, ...