segunda-feira, 11 de maio de 2009

Sei lá

vivo minha vida
em constante busca
pelo inesperado
acredito no impossível
nas coisas que estão
distantes de minha mão
Assim
não compro os meus dias
vivo
como um pássaro errante
sem rumo
que acredita
que amanhã tudo
estará melhor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DUZENTOS E CINQUENTA EM QUATRO I

Os pesadelos não podem ofuscar nossos sonhos. Diante da inconsequência de quem resume a vida dos outros na sua prisão de lamentos, ...